Tanta Gente Mariana – Maria Judite de Carvalho

Luso

6976800Este livro é uma coleção de contos. O primeiro tem um tipo de beleza melancólica que nunca chegou a ser deprimente apesar de tanta tragédia. Os outros também seguem o mesmo padrão; também cheio de tristeza mas mesmo assim, não tive vontade de parar de ler porque são tão bem escritos.

Ver o post original

Padrão

Filetes de Alabote na Crosta

a travessa das bolinhas vermelhas

IMG_3106tbvwm

O Alabote é um peixe de carne firme e branca, com um sabor delicado e de alto valor nutritivo.

Muito mais económico que o linguado ou rodovalho (que pertencem à mesma família) é no entanto igualmente saboroso.

Existem diversas formas de fazer e servir filetes de peixe, mas sem dúvida que algumas são agradavelmente surpreendentes…

Um Filete de Alabote na Crosta é uma experiência única que aqueles que gostam de peixe nunca irão esquecer. Por fora a crosta crocante e saborosa, por dentro um peixe de textura fina fantasticamente suculento.

RECEITA

base logo destaque1

  1. a crosta crocante e saborosa
  2. o filete suculento
  3. um prato para impressionar

IMG_3104tbvwmIngredientes:

Crosta

  • 1/4 de broa de milho amarela cortada em cubos
  • 12 pés de salsa
  • 1 limão (a raspa)
  • 50g de queijo parmesão ralado
  • 50g de bacon cortado em cubos
  • 2 c. café de alho em pó
  • 1 c. café de pimenta preta
  • 1/2 cubo de caldo…

Ver o post original 236 mais palavras

Padrão

A Grande Magia – Elizabeth Gilbert

Livros & Saltos

À primeira investida, eu realmente não percebi sobre o que era este livro. Quando li “a grande magia” na capa deste livros pensei que fosse sobre algum tema místico, sobrenatural, de “outro mundo”.

Mas este livro, na verdade, é sobre a criatividade e o processo criativo. Quando percebi nem pensei duas vezes e ele voou da estante da biblioteca directamente para a minha pilha de livros requisitados.

Como pseudo-escritora que sou, este é um tema que gosto muito. E este é um livro estranho, diferente e bem interessante.

A autora fala com o leitor de um para um, numa escrita leve, sobre o processo criativo. E diz-nos coisas muito importantes.

Fala-nos do medo de criar e de como podemos conviver com ele. Fala-nos da maneira como as ideias vêm e vão e das “estranhezas” do processo criativo (como quando sonhamos um conto inteiro enquanto dormimos, quando é preciso perseguir um…

Ver o post original 274 mais palavras

Padrão

Lançamentos literários debaixo de olho [fevereiro 2022]

Livros & Saltos

As Costureiras de Auschwitz
Lucy Adlington

Wook.pt - As Costureiras de Auschwitz

Livro Físico

A poderosa história das mulheres que usaram as suas técnicas de costura para sobreviver ao Holocausto, costurando roupas para a elite nazi, no salão de moda do campo de concentração de Auschwitz. No auge do Holocausto, 25 jovens prisioneiras do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau desenharam, cortaram e coseram elegantes peças de vestuário para as mulheres da alta sociedade nazi. Um trabalho que, esperavam, as salvaria das câmaras de gás. Este salão de moda, denominado Ateliê de Alta-Costura de Auschwitz, foi criado por Hedwig Höss, a mulher do comandante do campo e funcionava a poucos metros de distância do bloco de interrogatórios onde se torturavam prisioneiros. Das mãos destas 25 jovens saíram maravilhosas peças de roupa que fizeram brilhar as senhoras da elite nazi em Berlim. Quando a historiadora Lucy Adlington se encontrou pela primeira vez com Bracha Kohút, a última costureira…

Ver o post original 2.357 mais palavras

Padrão

Esmiuçando “O Profeta”, de Khalil Gibran, com a professora Lúcia Helena Galvão

MARTINICANDO

Hoje é dia de enaltecer a obra “O Profeta”, de Kahlil Gibran, e, igualmente, a escola de filosofia Nova Acrópole, representada pela brilhante exposição da professora Lúcia Helena Galvão em uma série de palestras para esmiuçar os poemas do autor.

No mês passado, publiquei aqui um de seus poemas mais famosos, O Amor, justamente depois de assistir à palestra da professora sobre ele. E depois disso, não parei mais! Durante a pandemia, reservei uma hora do meu dia, todos os dias, para ouvir a professora Lúcia dissecar todas as frases, expressões, palavras e ideias nas entrelinhas de Gibran. E como é lindo!

Sempre no início de cada palestra, a professora faz um apanhado geral da vida de Gibran, quem era, de onde veio, qual legado deixou à sociedade e por aí vai. Depois, faz uma breve introdução sobre o livro “O Profeta”, que reúne todos os poemas da série…

Ver o post original 334 mais palavras

Padrão

Invisible Women: Data Bias in a World Designed for Men, Caroline Criado-Pérez (2019)

Future Artist

Fiquei com uma missão depois de ler este livro, que é tentar espalhá-lo pelo maior número de mãos (lavadas!). Tenho o .epub e todo o gosto em partilhá-lo com quem pedir.

Porque partilhar este livro é quase um dever cívico. Inicialmente, a premissa pode parecer uma teoria da conspiração. A escrita é agressiva, segura, destemida, acusatória, com nomes e com marcas. Mas contrariamente às teorias da conspiração, este documento tem factos. Tudo, absolutamente tudo o que é referido é citado (eu estava a ficar angustiada porque lia e nunca mais avançava na percentagem do Kindle, e só quanto terminei o livro e estava nos 63% de progresso é que compreendi que as páginas restantes eram apenas as referências, as quais encaminhavam para artigos científicos, artigos de jornal e relatórios de organizações mundiais).

Ao contrário das teorias da conspiração, este livro não tem um bode expiatório. A autora, uma investigadora, mulher…

Ver o post original 277 mais palavras

Padrão

“Lugar Para Dois” é o novo trabalho de Miguel Gizzas

Miguel Gizzas (FC2011) lançou este ano o seu terceiro romance musical, intitulado Lugar Para Dois, e que de certo terá um enorme sucesso como os dois anteriores Até Que O Mar Acalme (2014) e O Dia Em Que O Mar Voltou (2016). Neste trabalho a literatura funde-se com a música, sendo que tal como os anteriores na edição em livro surge em cada capítulo um QR Code que dá acesso direto à música. Para os mais colecionadores existe também o disco com os 13 temas que surgem no livro.

Neste trabalho a nível musical existe sem dúvida uma preocupação nos temas em que não são apenas a história do personagem, mas também recriam os ambientes que passam ao longo do livro, indo ao encontro com os momentos e lugares onde a ação decorre. Assim vemos ao longo do disco surgirem temas que nos recordam as marchas de Lisboa, as…

Ver o post original 521 mais palavras

Padrão

Livro e Filme: Livre – Cheryl Strayed

Capa Livre.indd Imagem: Editora Objetiva

Sinopse: Aos 22 anos, Cheryl Strayed achou que tivesse perdido tudo. Após a repentina morte da mãe, a família se distanciou e seu casamento desmoronou. Quatro anos depois, aos 26 anos, sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar 1.770 quilômetros da Pacific Crest Trail (PCT) – trilha que atravessa a costa oeste dos Estados Unidos, do deserto de Mojave, através da Califórnia e do Oregon, em direção ao estado de Washington – sem qualquer companhia. Não tinha experiência em caminhadas de longa distância e a trilha era bem mais que uma linha num mapa. Mas guardava uma promessa – a promessa de juntar os pedaços de uma vida em ruínas. O relato de Strayed captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada: como a enlouqueceu e a assustou e como, principalmente, a fortaleceu. Livre é uma história de sobrevivência…

Ver o post original 819 mais palavras

Padrão

Resenha: Memórias de uma Moça Bem-Comportada

"Entre Aspas"

Livro: Memórias de uma moça bem-comportada
Autora: Simone de Beauvoir
Editora:@novafronteira
Páginas: 320
Nota: 5/5

Esse foi o primeiro livro que li da Simone de Beauvoir e já me conquistou totalmente. Memórias de uma moça bem comportada é uma autobiografia dividida em quatro partes onde Simone nos conta desde sua infância até sua vida adulta.

O tom de crítica à sociedade e aos papéis impostos às mulheres já começa pelo título e desenha toda a narrativa até o último parágrafo. Ao contrário do que imaginei, sua escrita é fluída e em muitos momentos me lembrou Clarice Lispector e Virgínia Woolf, muito embora Simone seja o típo de autora singular e originalíssima.

Também me identifiquei com sua personalidade em diversas passagens, sempre buscando a leitura, o conhecimento e aprender coisas novas, e se indignando com o único destino possível às mulheres de sua época: casamento e filhos. Em determinado momento…

Ver o post original 147 mais palavras

Padrão

Eu Já Estive Em “Frida Kahlo e as Cores da Vida”, de Caroline Bernard

Eu Já Estive Em

Esse foi o primeiro livro do ano da Tag Livros, experiência que resolvi assinar ao longo de 2021. Além da experiência de ler o livro, acho que vale contar um pouco também sobre o trabalho da Tag em montar uma experiência completa. Independente do Mimo literário que vem todo mês (ah, a minha caixa é Inéditos), eles têm todo um cuidado em realmente te informar ao máximo sobre a obra.

No caso de Frida Kahlo e as Cores da Vida recebi o livro com a capa extra da Tag Livros num projeto gráfico assinado pela Amanda Cestaro, mesclando imagens de Frida, a cor da sua famosa Casa Azul e texturas que a artista usava não em seus quadros, mas em bordados e peças de roupa que também confeccionava.

Além do livro, os assinantes recebem também uma revista com mais informações sobre o livro, sobre a escritora e sobre a artista…

Ver o post original 601 mais palavras

Padrão